Publicado em

Tudo é amor! E o que não é amor é um pedido por amor

 

Um dia desses, depois daquele dia “difícil” que todos nós temos eu tomei uma cerveja e fui para o Ioga. (Coisa que me prometia toda semana é só cumpri este dia, mas 2017 me ajudara,rss) Eu fiz esta escolha porque aquele momento eu precisava de um centro, uma direção, qualquer coisa que me amparasse. E lá minha amiga pediu pra colocar a intenção naquilo que mais queríamos, e eu pedi pra me curar.
Não tenho nenhuma doença grave, a cura que me referi é interior. Eu podia ter pedido pra dor daquele dia passar, mas não eu pedi por mais. Isso foi o que gritou o meu coração, mesmo ciente de que não é tão fácil se desprender de tudo que eu construí dentro de mim. Este é um preço pra me libertar dos medos e desamores que ainda me deparo.

Estava meditando agora e me veio isto a memória e a vontade de contar pra vcs. Tenho tido dias desafiadores e no meio de todos os exercícios da Gratidão não me sinto no direito de reclamar (acredito que já seja parte da cura), mas de agradecer por me permitir ser curada a cada dia. Me sinto agradecida por ter escolhido este caminho de amor, e por poder curar a mim e ao mundo com minhas melhoras.


Tá! Admito que dá vontade de às vezes largar tudo e ser somente mais uma por aqui. Mas estaria me renegando e impedindo que tudo que pode ser feito através de mim se realize. Acho tão lindo as pessoas que escolhem ser luz, e se dedicam a melhorar o mundo. E eu me descubri entre elas, e se você esta aqui sintonizado comigo é porque também é essa pessoa. Semelhante atrai semelhante. Nos somos parte da mesma coisa, um todo só que busca constantemente por mais amor.

Vamos juntos neste caminho de amor e pedidos por amor?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *